PÁGINA INICIAL
QUEM SOMOS
ZELADOR - O CURSO
NOSSOS CURSOS
EMPRESAS PARCEIRAS
AOS EMPRESÁRIOS
TEM + DE 40 ANOS??
MENOR TRABALHADOR
NOSSOS CLIENTES
DEPOIMENTOS
ADMIN. CONDOMÍNIOS
RECAP NA IMPRENSA
AGENTE DE PORTARIA
DIA DO PORTEIRO
O CURSO DE LÍDER
FOTOS & FATOS
SEGURANÇA???
SUPERVISOR OPERAC.
CURSO DE PISCINAS
PAGAMENTOS
VÍDEO
ALMOÇO SELF SERVICE


VOCÊ TÊM + DE 4O ANOS?
 
ESTÁ DESEMPREGADO?
SENTE-SE REJEITADO?
O MERCADO DE TRABALHO NÃO O QUER MAIS?
 
 MUITAS EMPRESAS E CONDOMÍNIOS ESTÃO PROCURANDO PESSOAS NESTA FAIXA DE IDADE
 
Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.

CONOSCO É DIFERENTE!
 
ATUALMENTE MUITAS EMPRESAS DÃO PREFERÊNCIA PARA HOMENS COM MAIS DE 40 ANOS.
 
ESTES PROFISSIONAIS SÃO EDUCADOS, EQUILIBRADOS, RESPONSÁVEIS, DISCIPLINADOS E SE ADAPTAM MUITO BEM NO SETOR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM PORTARIA E RECEPÇÃO.
 
DESDE 2007 FORMAMOS E TREINAMOS CENTENAS DE PROFISSIONAIS COM MAIS DE 40 ANOS E TODOS ESTÃO TRABALHANDO NOS POSTOS DE SERVIÇOS DE GRANDES EMPRESAS E CONDOMÍNIOS. EM 2014 E 2015 QUALIFICAMOS MAIS DE 350 PROFISSIONAIS COM MAIS DE 40 ANOS DE IDADE PARA O MERCADO DE TRABALHO DE SÃO PAULO. ESTAMOS REPETINDO ESTRABALHO EM 2016!
 
EM 2016 E 2017 QUEREMOS QUALIFICAR E CERTIFICAR + - 700 PROFISSIONAIS COM MAIS DE 40 ANOS PARA RETORNAREM AO MERCADO DE TRABALHO.
 
 
   DESEMPREGO??? NÃO!!!  
PRECONCEITO??? FORA!!!!
DISCRIMINAÇÃO??? NUNCA!!!!!
 
QUALIFIQUE-SE NA  RECAP:
 
Fones: (11) 3463-2891 ----  3257-9282
 
 

Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.
        Clique aqui para ampliar essa imagem
Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.
Clique aqui para ampliar essa imagem     

DEPOIMENTO

 

Este depoimento relata os aspectos que são encontrados hoje no mercado de trabalho de nosso país. Um país que, em sua constituição abomina todo tipo de descriminação. Dizer que não há descriminação por idade de profissionais que acumularam experiência e conhecimentos de diversas profissões durante anos de trabalho, seria o mesmo que negar a realidade em que vivemos. Existe! E por isso relato o depoimento de um profissional que passou dos 45 anos e praticamente está sem chances no mercado, ou por causa de uma política de RH ou por políticas de empresas que não valorizam a competência e a experiência.
Na maioria das vezes, quando uma empresa necessita de repor profissionais no seu quadro de funcionários seus currículos nem avaliados são. Será que é o medo por causa da idade? É melhor arriscar investir em profissionais mais novos para cargos de liderança? Quem vai treiná-los?
Entretanto, relato o caso de um profissional que tem dado uma verdadeira aula de como transformar um aspecto negativo em um diferencial a seu favor. Vou relatar abaixo. O nome dele é Marcos:

“Durante mais de 20 anos  ele trabalhou em uma empresa até que um dia foi chamado para a famosa conversa esclarecimento e justificativas. Aquele momento em que o diretor da empresa diz que lamenta, fez de tudo para convencer a diretoria da competência e dedicação do Marcos, pra tentar mantê-lo, que era um profissional cobiçado pelos concorrentes, mas infelizmente a política da empresa de corte de custos e de reestruturação, ele foi incluído na lista de dispensas da empresa”. Mas é obvio que ele não ficará desamparado. Todos os seus amigos que ficaram na empresa, diga-se de passagem, que não perderam seus empregos, inclusive o próprio diretor, comprometeram-se em ajudar Marcos a encontrar uma nova recolocação em virtude de sua experiência e competência. É obvio que essa noticia não é recebida com prazer e alegria. De cabeça erguida, ele passou a oferecer seu bem maior para o mercado de trabalho: Sua experiência acumulada durante a vida profissional. Em cada entrevista utilizava sua experiência para reverter a situação. Além de responder as perguntas, também fazia as perguntas. Ele havia passado por tantas situações que o próprio entrevistador ainda não conhecia. A entrevista se transformava em uma verdadeira aula de quem sabe o que acontece no mundo corporativo. E o preconceito? É claro que houve como acontece com todos os profissionais que procuram emprego depois dos 45 anos, não foi fácil encontrar um novo emprego. Mas, o principal, foi ele não ter acreditado no preconceito que outros tentavam transformar em verdade absoluta.` Pense e analise isso.

Um profissional com mais de 45 anos tem que saber enfrentar os problemas para conseguir um novo emprego. Ter problemas não significa ter a plena garantia de que não vai conseguir. Mas não vai ser fácil,não.
Podemos observar, inclusive nos sites de Consultorias de RH, que quando você cadastra seu currículo, a principal, e podemos dizer até, a informação fundamental, é a data de nascimento. É essa informação que as empresas recebem em primeiro plano. Quando você se candidata a uma vaga, não basta ter um bom currículo com todos os detalhes de sua vida profissional, experiências, cargos exercidos, histórico das empresas formação cultural, a IDADE vem em primeiro lugar. Aí é que está a primeira exigência de corte de muitas empresas. Daí em diante, quando visto a sua idade nada mais é avaliado, raramente os recrutadores vão analisar o restante. Dificilmente vão conversar, com as empresas contratantes, para orientá-las que talvez, para determinados cargos a experiência de um profissional vale mais que sua idade. Porque isso acontece?

Podemos dizer o seguinte: as empresas passaram a questionar se uma pessoa com mais de 45 anos, estaria disposta e se teria a capacidade de aprender coisas novas no ambiente de trabalho, isto tem um nome: tecnologia, informática, idiomas. As empresas querem saber se o profissional não tem medo de computadores, se apenas conseguem conviver com e-mails, mensagens e todo o resto, mas com também consegue desenvolver seu trabalho explorando todos os recursos que o sistema e os equipamentos podem oferecer.

Muitos profissionais perdem seus empregos, por que se recusam a evoluir; dizem que sempre trabalharam daquela maneira e que não é por causa da tecnologia que irão evoluir mais. Nessas horas é que a pessoa demonstra que não se trata de querer ou não querer, o profissional não possui mais o que hoje é fundamental no meio empresarial: Capacidade de aprender.

Nesse sentido, a recomendação é que um profissional com mais de 45 anos tenha em mente os três fatores fundamentais que podem auxiliá-lo a conseguir um emprego. Primeiro, demonstre disposição, queira trabalhar, demonstre a mesma garra de um jovem de 25 anos. Segundo: demonstre também que você tem capacidade de aprender, ou no mínimo que você tem boa vontade, uma boa saída é inscrever-se em cursos comunitários de qualificação profissional na área de tecnologia como uma demonstração clara de boa vontade e dessa disposição. Em terceiro lugar, é necessário descartar o passado, trazendo dele apenas as experiências e as lições de vida e deixando o saudosismo para trás.

Mas vale a pena lembrar que, as empresas também terão que se dispor a avaliar e investir num profissional acima de 45 anos. Trazer para dentro da organização alguém com Know-How, não é prejuízo e sim olhar este profissional como alguém que poderá contribuir e muito com a evolução empresarial.
Afinal de contas, o que é preferível? Investir em profissionais mais novos que, talvez, eu disse talvez, para seguirem uma estrada necessitem de muito esforço para tirar os obstáculos do caminho, traçando uma longa caminhada? Ou alguém que já fez isso e, que hoje consiga encontrar os atalhos desse caminho economizando tempo, podendo passar toda essa experiência e auxiliando a profissionais mais novos?
Pensem nisso.





Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.
Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.

Copyright 2007 - recapnet.com - Todos os direitos reservados

Site pronto: NetFacilita